AVAMEC – Ambiente Virtual de Aprendizagem do Ministério da Educação (MEC)

A Plataforma AVAMEC é um ambiente virtual colaborativo de aprendizagem que permite a concepção, administração e desenvolvimento de diversos tipos de ações formativas, como cursos a distância, complemento a cursos presenciais, projetos de pesquisa, projetos colaborativos e diversas outras formas de apoio educacional à distância ao processo ensino-aprendizagem.

Games e História – Valiant Hearts e a Primeira Guerra Mundial

Dentre tantas mídias como filmes, séries e quadrinhos, a Primeira Guerra Mundial se destaca também como temática de games. Embora em grande maioria tenhamos jogos de guerra, Valiant Hearts, lançado em 2014 para celebrar o centenário desse evento, quebra essa ideia para se tornar um game SOBRE a guerra, retratando em sua narrativa o cotidiano de pessoas simples que são tragadas para a realidade do conflito e tem suas vidas mudadas da noite para o dia. Na sua história acompanhamos o entrelaçar de caminhos da enfermeira belga Anna, o fazendeiro francês Emile, o jovem alemão Karl, o soldado norte-americano voluntário Freddie e o cão dobermann Walt.

Valiant Hearts foi baseado em cartas que foram e também que nunca foram enviadas, e desenvolvido em uma parceria entre o estúdio Ubisoft Montpellier, o projeto do governo francês Mission Centenaire 14-18, que engloba um conjunto de iniciativas de preservação, patrimônio e memória sobre a Guerra, e a missão Apocalypse: World War I, formada por historiadores e documentaristas.

Trata-se de uma interessante iniciativa para revisitar a História e promover aprendizado, sendo possível jogar em múltiplas plataformas como Android, iOS, Windows, PlayStation 3 e 4, XBox 360 e One e Nintendo Switch.

Valiant Hearts já foi análise de diversas produções científicas multidisciplinares, em especial envolvendo também a Educação e propostas didáticas, que podem ser conferidas nos seguintes links abaixo:

1 – Videogames e imersão: Considerações da interação em Valiant Hearts, da Revista Temática (UFPB);

2 – A notícia em jogo: Análise da possibilidade de jornalismo em Valiant Hearts, da Revista Cambiassu (UFMA);

3 – Jogos Digitais no Ensino de História: Aliando os games às práticas de ensino tradicionais, do V Encontro de Iniciação à Docência da UEPB;

4 – Videogames como mídia de representação histórica: Análise do jogo Valiant Hearts, da PUC-PR;

5 – Jogos digitais como arte na interface entre educação científica e educação em direitos humanos: reflexões e possibilidades, da Revista Ludus Scientiae (UFG);

6 – O Jogo Digital no Processo de Ensino e de Aprendizagem: Uma proposta envolvendo a Primeira Grande Guerra, do XV Simpósio Nacional de Jogos Eletrônicos e Entretenimento Digital.

O canal do LAEH

O Canal do LAEH – Laboratório de Aprendizagem e Ensino de História da Universidade Federal de Pernambuco é um canal de divulgação científica da área de Ensino de História. O canal apresenta vídeos com entrevistas, lançamento de projetos e webinários abordando os desafios do ensino e aprendizagem de História. Para acessar o canal, é só clicar no link a seguir: https://www.youtube.com/c/LAEHUFPE/featured

II Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais

Apesar de datar de 2018, o II Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais foi um documento realizado pela Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura através de Edital que ainda situa professores, pesquisadores, entusiastas e curiosos da área de jogos atualmente. A organização, que ficou a cargo da equipe de pesquisa Homo Ludens, mapeou o Perfil da Indústria Brasileira de Jogos Digitais, trazendo panoramas e visão geral das Políticas Públicas para Jogos Digitais no Brasil e também seus cenários de mercado. Em diversos momentos, percebemos também os holofotes para o campo da Educação, que indica tendências, raízes e desenvolvimento de polos de produção de jogos digitais em terras canarinhas.

Infelizmente, o site que albergava e disponibilizava gratuitamente esse material para divulgação (inclusive científica) foi desativado, o que acabou por camuflar esforços que representam o crescimento da área em contextos sociais, acadêmicos e mercadológicos. E, consequentemente, iniciativas para atualizações do Censo não foram consideradas.

Contudo, pela democratização da informação e conhecimento, a Educação em Teia traz o documento na íntegra para todos e todas que desejam ter contato e compreender os cenários de desdobramentos multidisciplinares do campo dos jogos digitais no Brasil!

E-book Se 18 > 2, então 48,18 > 48,2?

Publicação muito bem-vinda para quem pesquisa e trabalha com o ensino de Matemática na Educação Básica: Se 18 > 2, então 48,18 > 48,2? O e-book foi organizado por Cristiane Azevêdo dos Santos Pessoa, Rosinalda Aurora de Melo Teles, André Pereira da Costa e Luciana Ferreira dos Santos. A sinopse do livro informa que “os textos incluem, além de outros temas, análise de erros, análise de livros didáticos, relato de experiências de ensino, análise de conhecimentos de professores sobre números, análise de conhecimentos de estudantes, análise de documentos curriculares. Os campos de pesquisa são diversos, em diferentes etapas da escolarização, e os participantes são desde crianças pequenas até adultos. Além disso, destacam-se pelo rigor na realização de uma pesquisa acadêmica e a utilização de diferentes teorias para dar suporte às análises”. O livro tem uma estrutura muito interessante apresentando crônicas que relatam as dificuldades das crianças com os números. “Para separar cada uma das partes, são apresentadas algumas pequenas crônicas, que contam situações vividas pelos autores com adultos ou com crianças em processo de descoberta dos números. São filhos, irmãos, sobrinhos, vizinhos que, em situações cotidianas, explicitam formas de pensar sobre os números, na fase de desenvolvimento que estava passando no momento em que ocorreu o fato contado”. O livro foi publicado como e-book e está disponível gratuitamente para download na editora da UFPE. Boa leitura!

8 sites com sugestões de materiais e atividades de Matemática

Sempre é bom diversificar o uso de materiais para apoiar o processo de ensino e aprendizagem dos conteúdos de Matemática na Educação Básica, mas mesmo pesquisando muito, sempre surge a dúvida se o material ou a proposta de exercícios é confiável ou não. Pensando nas dificuldades de professores e alunos, selecionamos oito sites que apresentam materiais didáticos, listas de exercícios, jogos, aplicativos e outros recursos para professores e alunos. É só clicar no nome do site, acessar e usar!

1.Matemática Prêmio – Estão disponíveis atividades e jogos matemáticos para diferentes níveis de escolaridade.

2. Khan Academy Na plataforma é possível encontrar materiais para alunos e professores.

3. Geogebra – No site do Geogebra há interessantes aplicativos e materiais didáticos para o ensino/estudo de Matemática.

4. Toda Matéria –  O site disponibiliza materiais para o estudo de matemática em todos os níveis.

5. Secretaria de Educação de Pernambuco – No site da Secretaria de Educação de Pernambuco há slides para  aulas de matemática.

6. Portal da OBMEP – No portal da OBMEP há videoaulas e lista de exercícios para o Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

7. Matematiquês – No site há aulas e lista de exercícios de Matemática para o Ensino Fundamental e Médio.

8. Só Matemática – O site tem material de apoio para todos os níveis de ensino.

27 Ferramentas digitais para ajudar o professor

Fizemos uma lista das plataformas que apresentam ferramentas de apoio para os professores prepararem aulas e materiais de forma mais colaborativa e interativa. Algumas plataformas são totalmente gratuitas, outras possuem uma versão gratuita com alguns elementos que exigem o pagamento de assinatura e outras possuem a possibilidade de experimentar as funcionalidades gratuitamente por um tempo determinado. Conheça as opções e use o que for mais interessante para o seu trabalho!

1-Tricider ( https://www.tricider.com/.) – Ferramenta para construção de brainstorming – necessita criação de conta – idioma: Inglês.

2-Giphy ( https://giphy.com/.) – Ferramenta para criação de gifs animados – necessita criação de conta – idioma: Inglês.

3-Gradepen (https://www.gradepen.com/) – Ferramenta para geração e correção de provas – necessita criação de conta – idioma: Português.

4-Learning designer (https://bityli.com/FvgvG)  – plataforma para criação  de design de aprendizagem – necessita criação de conta – idioma: Português.

5-Stormboard (https://www.stormboard.com/.)  – Ferramenta que permite usar canvas para planejamento coletivo – necessita criação de conta – idioma: inglês.

6-Canvas (https://www.canva.com/.)  – Ferramenta para criação de designers e templates – necessita criação de conta – idioma: Português.

7-Altspace ( https://altvr.com/.) – Espaço que possibilita interação social por meio do uso de um avatar, cria sensações de imersão virtual – necessita criação de conta – idioma: Inglês.

8-Habitica (https://habitica.com/static/home) – Ferramenta que possibilita a criação de tarefas cotidianas como possibilidade de gamificação – necessita criação de conta – idioma: Português.

9-Thinglink ( https://www.thinglink.com/) – Ferramenta que permite a criação de imagens com interação, áudio, vídeo, texto, construção de portfólios em realidade virtual – necessita criação de conta – idioma: Português.

10-Plickers (https://get.plickers.com/ ) – Ferramenta que permite a realização de atividades interativas por meio de cards – necessita criação de conta – idioma: Inglês.

11-Padlet (https://pt-br.padlet.com/) – Ferramenta colaborativa que permite que você organize todas as informações em um único lugar, podendo assumir layouts diversos – necessita criação de conta – idioma: Português.

12-Geniale (https://www.genial.ly/) – Plataforma que permite construção de experiências de aprendizagens como quizzes, apresentações, construção de material didático, etc. – necessita criação de conta – idioma: Inglês.

13-Socrative (https://socrative.com/plans/) –  Ferramenta para trabalho com planejamento coletivo – necessita criação de uma conta – idioma: Inglês.

14-Goncoqr (https://www.goconqr.com/pt-BR) -Ferramenta para construção de mapas mentais – necessita criação de uma conta – idioma: Português.

15-Quizizz (https://quizizz.com/) – Criação de quiz interativos – necessita criação de uma conta – idioma: Inglês.

16-Powtoon ( https://go.powtoon.com/lp/remote-working/.) – Criação do comunicação dinâmica como vídeos e conteúdos – necessita criação de uma conta – idioma: Português.

17-Kahoot (https://kahoot.com/)- Criação de quizzes e gamificação de atividades – necessita da criação de uma conta – idioma: Inglês.

18-Jamboard – Criação de mural virtual e interativo – ideal para o desenvolvimento de planejamento colaborativo – faz parte do pacote do drive do Google – idioma: Português.

19-Flipsnack (https://www.flipsnack.com/. )- Ferramenta para criação de livros online –  requer criação de conta para acesso e compartilhamento do material criado – idioma: Inglês.

20-Word Wall (https://wordwall.net/pt.) – Ferramenta para criação de atividades interativas – requer a criação de uma conta – idioma: Português.

21-Nespol (https://nespol.com.br/blog/efeito-de-mao-escrevendo-com-powerpoint-como-fazer/.)  Canal de aulas para o ensino de criação de animação em powerpoint – não necessita criação de conta – idioma: Português.

22-Apkpure (https://apkpure.com/br/conjuga%C3%A7%C3%A3o-de-verbos-offline/com.setegraus.conjugacao. Aplicativo para trabalhar conjugação de verbos online – necessita instalação do aplicativo – idioma: Português.

23-Escola digital (https://escoladigital.org.br/) Plataforma para busca de recursos digitais, ODAS, roteiros de aprendizagem e planos de aula – não precisa criação de conta – idioma: Português.

24-Miro (https://miro.com/) – Software para construção de mapa mental – necessita criação de conta – idioma: Inglês.

25- Plataforma de MAPs (http://www.plataformademaps.com.br/) Plataforma contendo manuais para o planejamento de roteiros de aulas – não necessita criar conta – idioma: Português.

26- Internet Segura.br (https://internetsegura.br/) Plataforma contendo materiais diversos para discutir na internet – não necessita criação de conta – idioma: Português.
27-Simplifica (https://www.amplifica.me/simplifica/) – Plataforma contendo roteiros de experiências de aprendizagem – não necessita criação de conta – idioma: Português.

Dez passos para o ensino emergencial no rádio em tempos de covid-19

Núcleo de Estudos de Rádio (NER), da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação, está lançando o livro digital Dez passos para o ensino emergencial no rádio em tempos de covid-19. O livro escrito em uma linguagem direta e objetiva por Luiz Artur Ferraretto e Fernando Morgado, “destina-se a professores, trazendo uma proposta baseada na coloquialidade da conversa para o uso didático de espaços em emissoras de rádioaplica o conhecimento gerado pelo grupo de pesquisa na resolução de um problema específico deste momento de enfrentamento da covid-19: contornar a ausência de aulas presenciais e a falta de acesso de estudantes à internet e/ou à telefonia celular.” A preocupação dos pesquisadores é garantir o acesso aos estudantes e eles recomendam “o uso do meio como forma mais acessível, barata e natural de conexão entre os seres humanos. Para acessar o e-book, é só clicar aqui.

Almanaque Ilustrado de Alfabetização

O Almanaque Ilustrado de Alfabetização foi produzido pela Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco para o Ciclo de Alfabetização. O material foi desenvolvido por professores do CEEL – Centro de Estudos em Educação e Linguagem, do Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco. Além do Almanaque, o material possui uma coletânea de textos e atividades que pode ser utilizada de diversas formas em sala de aula. As atividades estão organizadas em seções e contemplam elementos do Sistema de Escrita Alfabética, Artes, História, Geografia, Matemática e temas relacionados com a inclusão, cultura, etnias indígenas, experimentos científicos e tecnologias digitais. “O material apresenta aspectos da cultura pernambucana e cria oportunidades para o professor desenvolver projetos e sequências que tenham como foco a cultura local”. O material foi produzido em dois volumes para os alunos (um para o ano 1 e um para o ano 2). Está disponível também o manual do professor (um para cada ano) com os objetivos da proposta, exemplos de uso com os alunos e possibilidades de integração do Almanaque com outros materiais didáticos. O material serve também como inspiração para a produção de atividades interdisciplinares e lúdicas que ajudam no processo de apropriação do sistema de leitura e escrita. Para acessar o material que está disponível no site da Secretaria de Educação de Pernambuco, é só clicar no título:

Almanaque Ilustrado de Alfabetização – Ano 1


Manual do Professor – Almanaque Ilustrado de Alfabetização – Ano 1

Almanaque Ilustrado de Alfabetização – Ano 2

Manual do Professor – Almanaque Ilustrado de Alfabetização – Ano 2